26.10.16
Quadrinista metido a Escritor

cover6

A verdade é que talvez o título seja ao contrário: escritor metido a quadrinista. Faz algum tempo que parei de desenhar (leia aproximadamente 15 anos); as joaninhas foram a saída que encontrei para mergulhar no mundo dos quadrinhos sem depender de mais ninguém. Não é segredo nenhum: elas são minha trapaça para fazer parte desse meio maravilhoso. De verdade verdadeira, eu escrevo mais do que qualquer outra coisa.

Mergulhado nesse oceano quadrinístico, acabei focando minha produção nas HQs – faz todo sentido, eu tenho leitores de HQ, vou em eventos de HQ, sou conhecido por fazer HQ, HQ HQ HQ.

Maaaaaaasss… isso não quer dizer que eu esteja brigado com a literatura. Muito pelo contrário. Esse ano estarei lançando dois livros literários.

O primeiro é o Conto Brasileiro, uma proposta antiga, narrativa estruturada em minicontos narrando um cotidiano comum. Estava engavetado, e resolvi publicar. Tem um vídeo onde leio um trecho dele aqui:

O outro é o Dito Pelo Não Dito, que, espero, vocês a essa altura já tenham ouvido falar, e decidam apoiar. Está em campanha no Catarse, e está ficando MARA. É uma investigação em um universo meio fantástico… suspense com ficção. Bolei a história junto com meu amigo Rodrigo Ortiz Vinholo, e convidamos mais dez autores fantásticos pra escrever partes da história que bolamos. A ideia lembra um pouco a do Tudo Já Foi Dito. E como sou ligado em coisas visuais, chamamos o Igum Djorge para estilizar cartas de tarot. Explicamos melhor o projeto aqui:

Sério, vale à pena conhecer, entra na página do projeto que está no Catarse, em reta final: https://www.catarse.me/ditopelonaodito?ref=Joanas

Espero ver você nos agradecimentos do livro 🙂

Comentários

Comments

comments

Nenhum comentário para “Quadrinista metido a Escritor”

Deixe um comentário

Ver comentários